15/03/2013

Pasteis de Tentugal

A Cristina do Blog "Come Chocolates, Pequena" como anfitriã da 10ª  edição do Convite para jantar da  Anasbageri lançou o tema "convidem" para jantar um poema.
"Ausência" de Sophia de Mello Breyner .


É com este poema que convido para jantar, seguindo o apelo desafiante da Cristina.

Sophia de Mello Breyner Andresen (Porto, 6 de Novembro de 1919 — Lisboa, 2 de Julho de 2004) foi uma das mais importantes poetisas portuguesas do século XX. Foi a primeira mulher portuguesa a receber o mais importante galardão literário da língua portuguesa, o Prémio Camões, em 1999.

AUSÊNCIA


"Num deserto sem água
 Numa noite sem lua
 Num país sem nome
 Ou numa terra nua

 Por maior que seja o desespero
 Nenhuma ausência é mais funda do que a tua."

                          Sophia de Mello Breyner Andresen

Ingredientes:

Massa Filo (uma embalagem)
Margarina q b.(usei vaqueiro)
Açúcar em Pó para polvilhar

Doce de Ovos:

320 gr. de açúcar
250 ml de água
12 gemas de ovo

Preparação:

Doce de Ovos:

Leve ao lume um tacho com a água e o açúcar para fazer a calda. Deixe ferver até ficar em ponto de pérola. Deixe-a arrefecer um pouco. Passe as gemas por um passador e deixe-as a escorrer sem mexer. Deite duas colheres da sopa de calda nas gemas e mexa. Junte a restante calda em fio nas gemas e mexa. Leve-as a lume brando e mexa sem parar até que fiquem espessas. Deite este creme numa caixa de vidro/tupperware e guarde no frigorífico.

Montagem:

Junte duas folhas de massa filo e corte em quatro partes iguais. Pincele as folhas com manteiga derretida e recheie com duas colheres da sopa de ovos.
Enrole e dobre as pontas para cima, coloque um pouco de margarina com um pincel por baixo das dobras e em cima.
Coloque num tabuleiro forrado com tapete de silicone ou papel vegetal e leve ao forno pré - aquecido a 180º C durante aproximadamente dez minutos ou até ficarem douradinhos.
Polvilhe com açúcar em pó.

34 comentários:

  1. As palavras etéreas de Sophia são fundamentais sempre que se fala de poesia. Gostei muito da escolha. Obrigada :)

    ResponderEliminar
  2. Muito bom :) um dos meus doces preferidos

    ResponderEliminar
  3. Ai...Aúrea adorei o post. A poesia de Sophia e estes pastéis que eu adoro.
    Beijinhos e bom fim de semana
    Paula

    ResponderEliminar
  4. Olá Áurea,
    Lindo poema, deliciosos pasteis, maravilhosa escolha e post.
    Beijo, bom final de semana,
    Vânia

    ResponderEliminar
  5. Que maravilha!! :)

    Tenho de experimentar!

    http://farinhadecor.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Adoro estes pastéis, ficaram muito lindos e um recheio divino.
    Vou levar um parao meu lanche :)
    Bjns
    Isabel

    ResponderEliminar
  7. Oi Aurea, linda poesia e deliciosos pastéis, belo post!!

    Beijinhos e um ótimo fim de semana.
    Marisa

    ResponderEliminar
  8. Dios mio¡¡¡ que delicia, se ven riquisimos, no me los pierdo¡¡¡ besos

    ResponderEliminar
  9. Boa noite, Aurea!
    O poema é lindo, foi uma excelente escolha! Assim como estes pastéis que ficaram bem apetitosos e com um recheio fenomenal!
    Beijinhos e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  10. Adoro pasteis de Tentugal e os teus ficaram com um aspecto delicioso!!

    Beijinhos e bom fim-de-semana*

    ResponderEliminar
  11. Huuuuuuummmmmmm... Parece DELICIOSO!!!
    Um Bom Fim de Semana, e espero a sua visita :)
    Beijos Márcia (Brasil - Rio de Janeiro)
     
    http://decolherpracolher.blogspot.com
     

    ResponderEliminar
  12. Adoro,os teus ficaram lindos.
    fiquei com vontade de `´roubar`` um...
    bjs

    ResponderEliminar
  13. Que tentação!!! Sou fanática por tudo o que tem doce de ovos... Ficaram maravilhosos!
    Beijinhos
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  14. Um espanto! Parabéns!

    Susana

    http://tempo-para-que-te-quero.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  15. Me encanta su receta está deliciosa y bien hecha…abrazos y abrazos.

    ResponderEliminar
  16. Olá Aurea,
    muito obrigado pelas palavras tão carinhosas que deixou no meu blog :)
    Gostei da sua escolha, e Sophia é realmente um nome incontornável na nossa poesia.
    Em relação aos pastéis são realmente maravilhosos. Gosto bastante.

    Beijinhos
    Marta

    ResponderEliminar
  17. Adoro esses pastéis e os teus estão lindos e perfeitos. Que vontade de levar um para o meu lanche ;)
    Bjns
    Márcia

    ResponderEliminar
  18. Olá Áurea,

    Um poema divino saído da pena de uma Grande senhora acompanhado por uns pastéis de Tentugal deliciosos. Excelente escolha.
    Destaquei a tua cozinha com o selo Best Blog. Está disponível em http://saborescomtempo.blogspot.pt/2013/03/best-blog.html.

    Bjnhos e uma semana maravilhosa.

    ResponderEliminar
  19. Olá Aurea!
    Ficaram maravilhosos,espetaculares, divinais, uma autentica sedução!!!
    Tenho a certeza que quem comeu um pastelzinho que se sentiu no céu..eu logo que os vi fiquei perdida por eles!

    Beijinhos Aurea, e um bom domingo.

    ResponderEliminar
  20. Amiga,

    Escolheste divinamente, tanto os pastéis que estão magnificos, parecem de uma pastelaria do mais alto gabarito, bem como o lindíssimo poema da Sophia, de quem tanto gosto !
    Magnifica participação, adorei ! :)

    Beijinhos*

    Isabel
    www.blogdochocolate.com
    http://brisa-maritima.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  21. Olá Aurea, adorei a poesia e os pasteis! Ficaram perfeitos! Beijinhos e boa semana!

    ResponderEliminar
  22. Olá Aurea,
    gostei da tua escolha no poema,
    mas mais ainda dos teus pasteis de tentugal, lindos e perfeitos! adoro!
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  23. Aurea, sou louca por doce de ovo e estes pasteis são maravilhosos.
    Adorei o poema.
    Era uma grande senhora a Sophia
    Beijinhos e uma excelente semana para ti

    ResponderEliminar
  24. Simplesmente deliciosos!!!
    Beijinhos doces.

    ResponderEliminar
  25. Que boomm! Faço muitas vezes, mas a minha receita de recheio é diferente!

    ResponderEliminar
  26. Que maravilha. Ficaram lindos e super apetitosos. Belíssima participação!
    Beijinhos,
    Lia.

    ResponderEliminar
  27. Adoro pasteis de Tentugal, já há muito que não como.
    Levo a receita.
    Bjs

    ResponderEliminar
  28. Uma excelente participação! Gostei do poema mas os pastéis conquistam imediatamente só pelo aspeto! Mesmo quem não conhece esta maravilha, não resiste! São deliciosos!

    ResponderEliminar
  29. Ai, que tentação! Habitua-nos mal!
    Andei um pouco desaparecida, mas estou de volta!
    Um beijinho,
    A Cozinheira
    http://danossacozinha.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  30. aiiii adoroooo sao tão bons:) ja os provei mesmo em tentugal:) estes tem um aspeto maravilhoso nao tinha nenhum receita esta deixou me tentada:) beijinhos e bom fim de semana:)
    http://prazeressaudaveis.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  31. Os doces portugueses são mesmo a minha perdição!

    Uma verdadeira tentação seus pastéis, fiquei aqui com uma vontade enorme,

    Maravilhosos!

    ResponderEliminar
  32. Hola Aurea,me encanta la cocina portuguesa y me gustan mucho tus recetas,así que me quedo por aquí.
    Muchas gracias por visitar mi blog
    Besos

    ResponderEliminar
  33. Esta receita anda me debaixo de olho algum tempo para a fazer...mas com a maldita dieta ehehehe ainda não a posso fazer mas vou fazer:) beijinhos

    http://prazeressaudaveis.blogspot.pt

    ResponderEliminar